Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

O PODER DE CURA DAS PLANTAS

O PODER DE CURA DAS PLANTAS
5 (100%) 5 votes

O poder da cura das plantas, podemos ver na prática com a Fitoterapia, na Fitoenergética e nos Florais, sendo que esses dois últimos não usa o principio ativo das plantas, mas sim a energia que ela emana para a cura dos males da alma e do físico.

 

FITOTERAPIA

 

 

Fitoterapia, nada mais é que uma ciência que usa, exclusivamente, vegetais para tratar e recuperar os desequilíbrios da saúde. Quando usadas corretamente, podem ajudar no funcionamento do corpo. Os medicamentos fitoterápicos, em sua grande maioria, são comercializados em diferentes formas farmacêuticas, como óleos, cápsulas e extratos concentrados.

De acordo com a Legislação Sanitária Brasileira a eficácia e segurança do fitoterápico são validadas por meio de levantamentos etnofarmacológicos, de utilização, documentações tecnocientíficas ou evidências clínicas.

O técnico em Química Industrial, Heitor Falcão, fala um pouco mais desses medicamentos: “Os remédios naturais têm vantagens e desvantagens, bem como os produzidos industrialmente, pois nas plantas o principio ativo não está concentrado como nas pílulas. Porém, por partir de fontes naturais, elas têm uma característica menos agressiva.”

Como tudo na vida não pode ser usufruído, com os medicamentos naturais não é diferente, conta Heitor: “Há contraindicações. Essas podem ter uma explicação muito simples: intolerância ou alergia, além da necessidade que o paciente tem. Se a pessoa precisar de uma dose maior do princípio ativo da planta, ela deve procurar um médico que indique um remédio mais apropriado, pois deve levar em consideração que há outros componentes nessas plantas que podem causar efeitos adversos.”

Há vários medicamentos naturais que podem minimizar diferentes problemas e doenças. Por exemplo, se uma pessoa tem insônia, ela pode tomar um simples chá de raiz da Valeriana, que tem um efeito calmante e relaxante, sendo utilizada como matéria-prima para inúmeros medicamentos indicados para quem sofre desse problema.

[UltraPop_page id=”1″]

FITOENERGÉTICA

 

 

O uso de plantas e ervas para tratar e curar doenças sempre foi comum entre muitos povos. Com a fitoenergética ( ENERGIA DAS PLANTAS)  não é diferente: além das substâncias contidas nas plantas capazes de curar enfermidades, ervas e especiarias formam um sistema natural de cura, pois promovem equilíbrio e elevação de consciência por meio da energia das próprias plantas.

Mas não basta apenas ingerir as ervas, é necessário compreender a importância de se colocar vontade e energia positiva nas intenções. “A energia vital e mental impregna-se nos vegetais com muita facilidade, por isso é importante levar em conta a força do pensamento positivo”.

No Brasil, o uso de plantas como forma de promover melhorias na saúde é algo cultural. Um estudo feito pela Universidade Federal do Amazonas aponta que 97,7% dos entrevistados fazem uso regular das plantas para fins medicinais. Aqui temos exemplo de 3 dessas plantas.

 

CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DO 

 

Cravo da Índia

 

 

Quando usada em forma de infusão ou tempero, esta especiaria estimula a concentração e aumenta a capacidade de concentrar energia para materializar sonhos. O cravo também estimula o senso de observação e propicia clareza nos pensamentos.

Alecrim

 

 

Esta planta auxilia a liberar traumas, medos e outros fatores negativos adormecidos na alma. Segundo Patrícia, o alecrim trabalha o aumento da sabedoria para amar e viver.

 

Dente-de-leão

 

 

Esta planta estimula as pessoas a aproveitarem as oportunidades que surgem na vida. O dente-de-leão propicia o aumento da autoestima e gera sentimentos de gratidão e humildade.

Vale destacar que existem várias formas de aplicar a fitoenergética. As ervas podem ser preparadas em forma de chá ou infusão, ou ainda, podem ser utilizadas em saladas, sucos e até mesmo colocadas em sachês posicionados dentro da fronha do travesseiro, de forma que o aroma seja exalado do sachê e sentido pelo indivíduo.

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

×
%d blogueiros gostam disto: