Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

GLÂNDULA PINEAL , A MEDICINA E A CIÊNCIA

GLÂNDULA PINEAL , A MEDICINA E A CIÊNCIA
5 (100%) 18 votes

A glândula pineal é uma pequena glândula endócrina em forma de pinha, localizada na parte central do cérebro, e por isso tem esse nome. Ela também é conhecida como epífise neural ou corpo pineal, e é comumente associada ao terceiro olho.

Há milhares de anos a glândula pineal vem sendo citada em diferentes culturas e diferentes povos.

 

 

A glândula pineal sempre gerou um grande interesse. Descartes costumava comentar sobre essa pequena glândula localizada bem no centro do nosso cérebro, dizia que ela era o “cerne” da nossa alma e o núcleo onde se geram todos os nossos pensamentos. Não falta quem se refira também a essa estrutura como o nosso “terceiro olho”, esse foco de energia que nos ofereceria uma espécie de percepção que iria além do sentido da visão.

Deixando de lado essas perspectivas místicas ou espirituais e sua tradição romantizada, a glândula pineal ou epífise neural tem uma função interessante e enigmática. Regulando nossos ciclos, nossos ritmos circadianos, a entrada na maturidade sexual e até mesmo muitos dos nossos sentimentos. É uma estrutura tão singular quanto fascinante.

Um dos aspectos mais interessantes da glândula pineal é que mesmo sendo tão pequena (apenas 8mm) recebe um imenso fluxo de sangue, quase tanto quanto os nossos rins. Tem o formato de árvore (daí o seu nome “pineal”), mas seu tronco, seus ramos, costumam se solidificar muito cedo. Entre os 12 e os 20 anos já demonstra certa calcificação.

No entanto, ela segue cumprindo com muitas de suas funções essenciais. Explicamos mais a seguir.

 

Glândula Pineal: Reguladora de Ciclos e o Olho Vestigial

 

 

 

 

A glândula pineal é uma estrutura sensível à luz, por isso uma de suas principais funções biológicas é secretar melatonina. Esse hormônio é derivado da serotonina e molda nossos padrões de vigília e sono (os ritmos circadianos) e regula nossa entrada na puberdade.

Ativação fisiológica:

  • Primeiro recurso – Ciclo do sono
  • Segundo recurso – Dormir no escuro total, entre as 23:00 e 23:30hs.

Além disso, sabe-se que ela atua como um afiado relógio biológico e que sua atividade é muito intensa até os 7 ou 8 anos, momento em que a produção de melatonina começa a cair e aos poucos começam a entrar em ação os mecanismos da maturidade sexual.

No entanto, alguns estudos indicam que esta estrutura é muito sensível a certos produtos químicos ambientais. Ficou constatado que em alguns estados americanos as meninas entraram na puberdade mais cedo devido à exposição a certos componentes, como por exemplo, o fluoreto.

A glândula Pineal, tem um papel fundamental no ciclo menstrual da mulher.

Evite usar produtos com flúor, substitua tudo o que contem flúor, principalmente a pasta de dente, a pineal tem a mesma composição química que os dentes, e ela tem a pré-disposição em atrair o flúor para si, como um imã então quando se utiliza produtos como flúor o flúor vai direto para a glândula pineal, calcificando-a.

Com a glândula pineal enrijecida de cálcio, não temos a capacidade de pensar além, as pessoas se tornam mais dóceis e fáceis de serem controladas, aceitando o absurdo.

 

O que ciência nos diz sobre a glândula pineal?

A glândula pineal é uma pequena glândula endócrina em forma de pinha, localizada na parte central do cérebro, e por isso tem esse nome. Ela também é conhecida como epífise neural ou corpo pineal, e é comumente associada ao terceiro olho.

 

Glandula Pineal

Sua função como produtora de melatonina foi descoberta apenas nos anos de 1950. Porém, descrições de sua localização anatômica foram encontradas nos escritos de Galeno, um médico e filósofo grego que viveu durante os anos 130 à 210 DC.

A ciência ainda precisa evoluir muito no estudo dessa glândula, entretanto, algumas funções desse órgão já foram decifradas.

 

É responsável por regular nosso sono

 

A glândula pineal produz melatonina, a substância responsável pela regulação do nosso ritmo circadiano, que controla os ciclos vitais do corpo humano, como os padrões de sono e o relógio biológico.

Se você tem um distúrbio do sono, pode ser um sinal de que sua glândula pineal não está produzindo a quantidade correta de melatonina.

 

Pode melhorar sua pressão sanguínea

 

 

Um estudo de 2016 analisou as conexões entre a melatonina e a saúde cardiovascular. Os pesquisadores encontraram evidências de que a melatonina produzida pela glândula pineal pode ter um impacto positivo no coração e na pressão sanguínea. Ela também pode ser usada para tratar doenças cardiovasculares.

 

Tem importante papel na saúde da mulher

 

A produção de melatonina pela glândula pineal também desempenha um papel na regulação dos níveis hormonais femininos e pode afetar a fertilidade e o ciclo menstrual.

Isso porque a exposição à luz e os níveis relacionados de melatonina podem ter um efeito no ciclo menstrual da mulher. Por outro lado, quantidades reduzidas de melatonina podem ajudar no desenvolvimento de ciclos menstruais irregulares.

 

Tem relação com o desenvolvimento do câncer

 

Um estudo realizado com ratos encontrou evidências de que a redução da função da glândula pineal, através da exposição excessiva à luz, levava à danos celulares e aumentava o risco de câncer de cólon.

 

E onde fica a glândula pineal?

 

Pineal

 

 

A glândula pineal fica localizada na parte central do cérebro, entre as duas metades do cérebro, e ao nível da sobrancelha.

Em adultos, possui aproximadamente 5 a 9 mm de comprimento e pesa 0,1 gramas, e seu formato se assemelha a uma pinha, e por isso recebe esse nome, que deriva do latim “pinea”.

 

Como ativar a glândula pineal?

 

A glândula pineal é sensível à luz. Qualquer tipo de exposição à luz, direta ou indiretamente, ativa a glândula pineal, levando-a a produzir serotonina; o neurotransmissor responsável pelos níveis de humor e energia.

Quando no escuro, a glândula pineal começa a produzir melatonina e suprimir a serotonina, para garantir que possamos ter um sono bom e repousante.

O contato com iluminação durante a noite pode estimular a produção de serotonina, enganando sua glândula pineal para pensar que é durante o dia e confundindo o ciclo de sono.

 

Porque ela é chamado de terceiro olho?

 

 

A glândula pineal era comumente denominada “terceiro olho” por muitas razões, incluindo sua localização no centro do cérebro e sua conexão com a luz.

Para além da ciência, o famoso filósofo Descartes a associava ao espiritual, descrevendo-a como o “assento principal da alma”. Assim como tradições espirituais místicas e esotéricas sugerem que esse ponto serveria como uma conexão metafísica entre os mundos físico e espiritual.

 

Como cuidar desse pequeno regulador interno

 

 

Os neurologistas buscam acima de tudo separar esse aspecto místico ou espiritual do científico. Estamos diante de uma pequena estrutura que apresenta muitos aspectos ainda desconhecidos e por isso publicações como o “Journal of Pineal Research” nos oferecem constantes estudos visando delimitar um pouco mais a epífise cerebral, que muitos consideram como uma “chave mestra” da ativação de grande parte de nossas glândulas internas.

 

Propomos agora um simples exercício. A partir de agora vamos ter em mente esse “pequeno olho” interno que regula secretamente muitos de nossos ciclos no dia a dia. Pense nele como se fosse uma bússola e como um pequeno e maravilhoso órgão que permitirá que você sintonize muito melhor o seu corpo e o ambiente ao seu redor.

 

 

Chaves para cuidar da nossa glândula pineal

 

A seguir daremos alguns conselhos para você cuidar dessa chave mestra:

  • Regule seus ciclos e hábitos de vida.A glândula pineal é um regulador endócrino sensível à luz, isso significa que precisa manter uma adequada harmonia com os ritmos da luz solar. Por isso, é aconselhável dormir sempre na mesma hora.
  • Outro aspecto a ter em mente sobre essa estrutura é que os campos eletromagnéticos a afetam. Da mesma forma que a luz, esses tipos de ondas interrompem o processo de secreção de melatonina. Algo tão comum como ir para a cama com o celular ou o computador pode provocar pequenas alterações na glândula pineal. Tudo isso se traduz em insônia, fadiga, estresse ou redução do rendimento no trabalho… É muito importante ter isso em mente.
  • A meditação e os instantes de calma. A epífise cerebral permite que potencializemos nossos instantes de calma e relaxamento para nos conectarmos melhor com nós mesmos. As pessoas que praticam a meditação experimentam uma sensação agradável graças às endorfinas liberadas pela glândula pineal, nos recompensando por esses instantes enriquecedores onde corpo e mente encontram-se em harmonia.

Como você pode ver, estamos diante de um tema interessante que tem novos aspectos sendo descobertos a cada dia.

 

 

 

Potencializando da Glândula Pineal

 

  • Levedo de Cerveja- uma colher de chá após a refeição, na água ou suco, 1 vez por dia (dose de triptofano)
  • Regular o habito de sono
  • Usar pasta de dente sem flúor
  • Usar desodorante sem alumínio

Reativação da Glândula Pineal

Receitas para o dia-a-dia:

  • Vitamina C
  • Vitamina D3 (sol das 11h às 15h = 20 minutos por dia)
  • Ômega 3
  • Óleo de côco
  • Vegetais folhosos verdes

Receita do café a prova de bala – ao acordar

 

 

 

– Faz o café normal – Café orgânico.

– Com uma caneca, coloca esse café no liquidificador.

– Uma colher de sopa de óleo de côco.

– Uma colher de sopa de manteiga

  • Bata até ficar cremoso
  • Tomar sem açúcar

Essa receita vai desintoxicar a glândula pineal e eletrificar o cérebro.

 

Metil Doadores – 3 componentes para alcalinizar o organismo e a glândula pineal

 

  1. Chá de ayahuasca
  2. Beterraba vermelha
  3. Blueberry

 

 

Limpar a Glândula Pineal é útil para aqueles que desejam desenvolver sua percepção multidimensional. A glândula Pineal irá naturalmente fazer o seu próprio DMT, quando em pleno funcionamento e será capaz de permanecer em um estado visionário maior parte do tempo.

Uma glândula pineal desperta traz a capacidade de viajem astral consciente, exploração de outras dimensões, previsão do futuro e recepção de comunicações com outros seres dimensionais.

DMT é um componente da Ayahuasca – uma planta medicinal da Amazônia, que traz cura profunda física e do coração através de seus efeitos purgativos e da percepção de outras dimensões. Aqueles que usam este medicamento entram em um período de “trabalho” onde as questões vêm à consciência e podem ser curadas com as idéias que vêm da consciência DMT.

A vantagem de limpar a nossa glândula pineal para que produza o seu próprio DMT é que podemos estar em um estado contínuo de “trabalho” espiritual e sermos poupados dos efeitos purgativos de beber a ayahuasca. Assim não precisamos mais tomar medicamentos como um complemento para as nossas vidas espirituais.

DMT é uma substância totalmente natural que o corpo humano irá produzir e distribuir quando estiver num estado curativo. Assim, ao que parece os seres humanos tinham a intenção de serem visionários e capazes de acessar as informações em outras dimensões. Esta percepção dimensional transcende o ego e rapidamente cura os nossos sofrimentos, conflitos e, portanto, karmas.

 

A LIMPEZA DA GLÂNDULA PINEAL MANTÉM

A CONEXÃO COM NOSSA ESSÊNCIA DIVINA

 

 

 

Preparar o Ambiente Para Ativação Glândula Pineal

 

Cobrir as janelas com cortinas ou persianas, e remover todos os aparelhos eletrônicos de sua sala, incluindo computadores, telefones e TVs, ou qualquer coisa que emite luz, emitam campos eletromagnéticos ou distraí-lo de sua meditação.

A glândula pineal tem escuridão pura para emitir melatonina, que produz a serotonina. Estes produtos químicos são cruciais para a percepção psíquica e, portanto, por sua vez, ativar a glândula pineal.

Como mencionado na seção anterior, estimulando a glândula pineal para a produção de melatonina também deve levar a quebrar-se a calcificação da glândula pineal.

Purificar o ar em sua casa através da compra de uma máquina de ozônio ou um purificador de ar. A respiração se tornará muito mais fácil quando o ar estiver limpo, e a respiração é importante para ativar a glândula pineal.

 

Prepare o Seu Corpo Para Ativação Glândula Pineal

 

Essencialmente, a preparação de corpo inclui a descalcificação da glândula pineal, e eliminando as fontes de calcificação. Isso também significa ter um corpo saudável, ser equilibrado e ter o bem-estar melhor possível.

Isto pode ser conseguido com dias de tempo de exercícios, uma dieta saudável e meditando. Todos eles contribuem para a glândula pineal produza altas concentrações de melatonina e, assim, ajudar a estimular. Isso também significa que você tem uma melhora e mais profunda noite de sono que é sempre bom para o seu bem-estar geral.

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.

%d blogueiros gostam disto: